top of page
  • Gabriela Mund

Adulto Índigo: Acredite nos seus sonhos


Já sabemos! É um fato! Ninguém está aqui à passeio. Ninguém. Todos buscam a evolução, o crescimento. Esse é o fluxo natural da vida e o grande sentido de estarmos aqui hoje: EVOLUIR.


Mas não fomos jogados aqui com uma ordem: Cresça! Evolua!


Não... Aceitamos vir, debatemos os planos para essa tarefa. Acertamos os detalhes. Recebemos nossas armas. Estabelecemos metas. Temos um plano. Um mapa de toda essa missão está gravado em nosso coração, para nos lembrar que temos um propósito e temos ferramentas para isso.

Precisávamos de uma forma para acessar tudo isso, e ganhamos de presente, os sonhos.

Aquilo que ressoa com a nossa alma e a eleva. Aquilo que faz nosso coração se alegrar quando pensamos a respeito. Os sonhos são a forma que temos de entrar em contato com o nosso mapa, para que ele nos mostre o caminho.

Costumo dizer, que ninguém sonha em ser paraquedista se isto não estiver em sintonia com sua alma, com seu mapa. Ninguém sonha em ser advogado, médico, veterinário, artista, jornalista, professor, trapezista, ou qualquer outra profissão, se isto não estiver em contato com sua alma.

Nossa alma sabe o caminho que devemos tomar. Nosso coração é o nosso mapa para conseguirmos o que tanto desejamos.

Se a vida continua a lhe parecer sem sentido, sufocante e você sucumbe a cada dia às questões do dia a dia, PARE! Por uns minutos, feche seus olhos, respire fundo uma, duas, três, ou quantas vezes forem necessárias. Chore se precisar. E se pergunte: Onde estou? O que preciso compreender? Para onde devo ir?

Sim... todos nós definimos um destino. Algumas mudanças de rota podem ter acontecido, mas precisamos chegar lá. Nós mesmos escolhemos o destino, o caminho, as dificuldades...

Nós mesmo fizemos nosso plano, por que tínhamos certeza que conseguiríamos.

Então, se ainda está difícil, lembre dos seus sonhos de infância. Lembre das suas brincadeiras quando você ainda estava conectado com a Fonte. Ouça uma música que lhe pegue pelas mãos e lhe leve até onde você esqueceu qual era o caminho. Relembre-se do que sonhava em ser quando crescesse.

Nunca é tarde para começar. A mudança assusta, e assusta muito, mas se você sabe que do jeito que está não está bom, por que não tentar? Por que não dar uma chance ao seu coração?

Como dizia Raul Seixas: Tenha Fé em Deus, Tenha Fé na Vida – Tente outra vez!

EU SOU Gabriela Mund


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page