• Gabriela Mund

Adulto Índigo: descanse mas não desista!



Os dias estão um pouco complicados para algumas pessoas, eu sei disso... também me sinto assim, estranha. Há muito tempo, as coisas perderam o sentido, e esse sentido ainda não foi encontrado.

As vezes parece uma história sem fim e como já estamos nesse caminho há algum tempo, muitas vezes parece que as forças estão indo embora.

Aquela esperança parece ter dado espaço a uma série de dúvidas, e a certeza de que tudo acabaria bem, essa não existe mais.

Sabemos que o tempo é responsável por colocar tudo no lugar, mas no momento, achamos que nos perdemos desse tempo, onde tudo isso acaba? Será que não saímos desse caminho?

Mas no fundo do nosso sentir, no nosso coração, sabemos que existe algo depois que toda essa poeira baixar... e por isso, ao invés de nos aquietar para literalmente a poeira poder baixar, seguimos nos movimentando rápido, fazendo ainda mais poeira.

Que tal dar uma parada? Que tal? O mundo não vai acabar e tudo não vai se perder se você decidir ficar dois ou três, ou talvez quatro dias parado, vai? Permita que a poeira baixe. Permita que a luz brilhe. Permita que a sujeira se estabilize para que você possa juntar de vez.

Mas para isso, você precisa parar!

Descanse... mas não desista!

EU SOU Gabriela Mund

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo