• Gabriela Mund

Adulto Índigo: Faça uma lista!


Bom dia meus irmãos! Bom dia a todos que tem a prazer de estar vivo nessa Terra, nesse agora...


Os tempos são desafiadores para todos, mas eles não vieram em vão e nem mesmo, de uma hora para a outra.

Há muito somos chamados para um despertar e para uma nova consciência onde o amor é a base de tudo.

Somos chamados há anos para uma auto avaliação de nossa rotina, de nossos relacionamentos, da forma como lidamos com o trabalho, enfim, da forma como vivemos nesse agora.


Fomos todos chamados. Muitos ouviram, mas preferiram fazer de conta que não escutaram.

Muitos ouviram, mas responderam: agora não posso, não tenho tempo. Muitos ouviram e toparam a mudança, mas acabaram desistindo. Muitos ouviram e aceitaram o desafio.


Por muitas razões somos todos diferentes, e o chamado à essa nova consciência foi da mesma forma diferente. Em tempos até diferentes, mas ele aconteceu.


O momento de agora é mais uma chance desse imenso e magnífico Universo, para todos aqueles que fizeram de conta que não escutaram, para aqueles que escutaram mas não tinham tempo ou ainda para aqueles que acabaram desistindo. Mais uma chance, e talvez seja a última.


Por isso gostaria de dizer que eu, ao invés de ler notícias ruins, ficar olhando muitos gráficos e probabilidades, ouvindo especialistas, resolvi olhar tudo isso com os olhos do amor.


Lembram do texto: O que o amor faria agora?


Sim... vocês não imaginam a quantidade de coisas maravilhosas que tenho percebido nos últimos dois dias. Há tanta beleza nesse momento, há tanta alegria nesse momento, por que esse vírus, ao invés de matar a humanidade, está vindo para salvar o amor. Chegou para podermos reavaliar nossas vidas com um bom tempo de folga.


Sem dúvida alguns irão partir dessa Terra, mas certamente tudo isso já estava organizado pelo Grande Criador. Cremos num Deus de infinito amor e bondade, e como podemos dizer que está tudo errado.


Agora, nesse momento, os homens tiveram que sair do suposto “controle” que achavam que tinham e devolver o controle a Deus. Somente ele é capaz de operar esse organismo chamada Planeta Terra com mestria.

Sim... podemos ajudar de forma humilde, começando a nos acalmar e relaxar diante da situação. Podemos começar a perceber os filhos que voltam depois de suas guerras internas. Podemos perceber os animais voltando à vida. Podemos ver um céu mais azul.

Podemos ouvir os passarinhos cantando. Podemos respirar um ar mais puro. Podemos ver famílias que não se viam há anos mesmo morando dentro da mesma casa, se olhando, se abraçando, se cuidando. Afinal, não restaram os amigos das festas, não restaram os amigos do trabalho. O futebol, o jogo de carta de toda semana, tudo foi substituído pelo principal:

A FAMILIA.


Sugiro que faça uma lista. Coloque na porta da geladeira. Ou então disponibilize papéis coloridos e uma caneta. Monte um painel de coisas boas. Peça aos que moram com você para anotarem ali, todas as coisas boas que estão percebendo nesses dias. Iremos nos surpreender com as mudanças ao final desse período.


Em outros aspectos da vida, nada poderá ser feito agora. Não estamos mais no controle.

Mas se a sua família estiver unida, estiver em paz, se as relações estiverem sólidas, se o amor estiver presente, não há o que temer. Juntos todos irão conseguir.


Faça a sua lista. Acredite que tudo isso é para o bem de todos! Se quiser, compartilhe com a gente deixando seu comentário aqui no texto.


Quem sabe essa pode ser a vacina para todo esse mal?


EU SOU Gabriela Mund



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo