• Gabriela Mund

Adulto Índigo: Integre-se!

Olá... eu ouvi um grito e perdi o sono... normalmente esse horário eu já estou na cama, e muitas vezes já teria dormido algumas horas... mas ontem e hoje está diferente.


Mas estava lá, procurando o sono, pensando e aquela voz que fala aqui dentro, me pediu novamente para eu vir falar com vocês... e insistiu... e até que falou alto e eu levantei da cama. Alguns precisam desse recado que preciso passar, então, como me coloquei à disposição da espiritualidade para esse papel, vamos lá.


Uma das coisas que se fazem urgentes, a nós, Adultos Índigo, é a integração com a natureza. A conscientização dos ensinamentos que trazemos dentro de nós, a respeito do ambiente em que vivemos. Ervas, cristais, elementos, aromas, perfumes, cores... Precisamos nos lembrar do que já sabemos, e mais importante: PRECISAMOS OUVIR A VOZ QUE FALA DENTRO DE NÓS! Essa voz é o nosso EU que sabe muito mais do que imaginamos!


Vou dar um exemplo do que acabei de viver, e creio que Eles me façam viver, sentir, perceber, compreender para então poder repassar para vocês. Eu sou assim, e Eles sabem como me mostrar. Eu preciso sentir!


Desde domingo, estava apresentando renite alérgica, mas poxa... eu não tenho isso... Bom, mas o fato é que a garganta arranhava, o nariz com coriza e diversas crises de espirro e uma sensação de gripe no corpo... Um cansaço...


Então, por conta dos pensamentos que não silenciavam e o nariz que insistia em incomodar, os espirros que não davam trégua... Ontem à noite, como já tinha perdido o sono mesmo, fiquei muito tempo aqui na frente do computador escrevendo, e desde aquela hora meus olhos arderam muito... lacrimejavam... tanto da renite quanto da “areia” que eu sentia...


Agora... ainda pouco, vendo TV com a minha filha, alguém me disse bem baixinho: Alecrim... Bom, ignorei no primeiro momento... A voz repetiu e mais uma vez eu fiz de conta que nada ouvi! (Por que fazemos isso né? Ainda vou entender!!!) Bom, mas chegou uma hora, que eu já nem enxergava direito e por isso resolvi levantar, fazer um chá de alecrim para poder fazer uma compressa nos olhos, como a minha mãe fazia... Quando coloquei a agua quente sobre o alecrim, o aroma daquela “magia” me chamou e inalei... respirei bem fundo algumas vezes, e deixei ali, para esfriar para a compressa nos olhos antes de dormir.


Não preciso comentar que a coriza desapareceu e desde aquela hora eu não espirrei mais, preciso? E assim, quando deitei e imaginei que fosse dormir, fiz a compressa nos olhos e então a ardência passou também.


E é disso que estou falando agora!!! Somos sensíveis e muitas coisas podem aparecer em nosso corpo como manifestação de tentativas de energias menos sutis de nos atingir. E o alvo são os sentidos! Preste atenção aos seus ouvidos, nariz, boca, olhos e pele... Coceira, ardência, zumbidos, estranhezas podem aparecer, até manchas...


E se isso acontecer: escute-se! Integre-se a você mesmo! Integre-se à natureza! Seja UM com o ambiente! Ande descalço, respire conscientemente! Veja além das aparências!

Aguce os sentidos! Integre-se!!! Se complete!!! Beba bastante água! Tome banho de chuva! Banho de mar, banho de cachoeira!!! O que for! O que o seu coração pedir!!!


Precisamos nos lembrar que somos parte da Natureza, e não há divisão entre nós, seres humanos e Ela. Somos a natureza, assim como as plantas ou os animais na floresta, no mar...


Somos a vida desse Planeta e essa VIDA nos chama para assumirmos nosso papel!!!!


Sigamos o conselho... não é tão difícil assim... Vamos juntos... de mãos dadas!!! Vamos!!!


EU SOU Gabriela Mund


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo