• Gabriela Mund

Adulto Índigo: sobre as trocas de energia


Você já pensou na afirmação “SOMOS TODOS UM”?

Sim, somos todos um. Fazemos parte de uma coletividade, e estamos todos interligados de uma forma muito íntima. Somos formados por energia, assim como tudo o que encontramos nesse planeta. Sendo assim, fazemos parte das árvores, das rochas, dos animais e de todos os seres que se encontram aqui, agora.

Se somos energia, fazemos trocas constantes, durante todo o dia com as pessoas que nos cercam, com os animais e até mesmo com o ambiente. Sim... com o ambiente também.

Há uns dias atrás mencionei a questão da sintonia. Daquilo que escolhemos pensar, daquilo que escolhemos sentir. E nesse ponto vale pensar mais a respeito.

Como anda a nossa casa? Qual a energia que existe dentro dela. Paz e harmonia? Existe bagunça? Muitas brigas? Há compreensão e amor? Há respeito? Qual o “tom” que as pessoas se comunicam? Há comunicação?

Como andam as amizades? Quais são os lugares que frequentamos? Em que lugares investimos nosso tempo?

E o trabalho? Você ama o que faz? Faz com amor? Se sente feliz ao fazer? Há alegria ao pensar nisso?

Todas as trocas são intensas... Ambientes, pessoas, metas, objetivos.

O que te nutre? O que suga?

O que te reduz? O que te expande?

O que alegra? O que te deixa ansioso?

Perceba que em todos os momentos, em todas as ocasiões, estamos ligados ao coletivo, que é uma parte de nós. Por isso precisamos observar atentamente onde estamos colocando a nossa energia. Onde estamos caminhando. Há sempre uma opção para sair daquilo que não está legal. Há sempre uma chance de mudar o que não cumpre mais o papel.

Sempre há um jeito de mudar a vibração e conseguir equilibrar a sua energia. Você precisa apenas olhar e observar quais são as trocas que faz. Desistir de alguns canais de troca, não é um problema.

Não se esqueça, que o compromisso de cada um de nós, é a nossa cura, a nossa harmonia, o nosso amor próprio, o nosso equilíbrio. Se cada um cuidar da sua energia e aprender a se expandir em luz e amor, contribuiremos com a grande rede da qual fazemos todos parte. Compreender isso, não é egoísmo. É sabedoria...

As trocas são naturais, são necessárias, são vitais. Precisamos apenas escolher a quais trocas estamos dispostos...

EU SOU Gabriela Mund


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo