• Gabriela Mund

Diário de Campo - Semana 6 - NEI Rio das Ostras

Atualizado: 5 de jul.

Turma: Jardim


Professoras regentes: Cheila e Lisley


Data: 19/05


Planejamento:


- Conhecer ou reconhecer a calma

- Meditar e acalmar

- escutar o silencio

Um momento mais tranquilo onde nos conectaremos com a cama. Momento de relaxar e entender a paz que a calma traz. Esfregar as mãos e entender que o calor que temos nas mãos é energia e que essa energia nos ajuda a acender as nossas luzes.

Fazer o pote da calma e perceber a magia das misturas. Esse pote da calma será o link para esses momentos de calma.

Materiais:

- Glitter e corantes (Gabriela)

- Água (Gabriela)

- Garrafas (Escola)

Essas garrafas precisam ser entregues para mim no dia 12/05, para que eu possa preparar, lavar e organizar as garrafas para a atividade. São garrafas de agua de 500ml. Garrafas de suco ou algo tipo Gatorade não ficam legais. Garrafas da marca Cristal são super frágeis e podem “quebrar” se as crianças apertarem. Melhor escolher outra marca.


Esse nosso encontro foi cheio de cores e brilhos... e de muita calma...


Batemos um papo sobre a calma e ressignificamos essa palavra. Afinal, no momento que vivemos, usamos a palavra "calma" muitas vezes no sentido de "espera", o que acaba transformando uma palavra em algo que definitivamente, eles não gostam: esperar!


Mas o momento nos pedia calma e um jeito suave para conduzir a conversa. Falamos sobre a calma e um pouco sobre o que cada um queria ser quando crescer. Nesse momento fomos surpreendidas com a resposta da Manu, que com 4 anos nos disse: eu quero ser professora! Adoro brigar com as pessoas e sou boa nisso! Até com o meu pai eu brigo.

É urgente prestar atenção nesse comentário!


Depois iniciamos o nosso momento de calma. Percebemos e localizamos nossas cores do arco-íris distribuídas no nosso corpo e depois de esfregar as mãos, colocamos elas em cima dos pontos das nossas cores. Foi um momento incrível!


Depois conseguimos manter eles deitados, em outra posição que não a de barriga pra cima, de forma confortável e agradável para que pudessem começar a compreender a importância desses momentos no dia a dia. Me surpreendi com o tempo em que ficaram deitados.


Após esse momento de calma, elaboramos as garrafas da calma. Foi um momento de bastante alegria e diversão.






































0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo