• Gabriela Mund

E a tal Educação...

E por falar em EDUCAÇÃO...

Falar em educação é um bocado amplo. O sentido dessa palavra nos remete a vários temas e contextos da nossa vida, e quando nós somos capazes de perceber, essa palavrinha se torna a transformação de tudo aquilo que toca. Seja em casa, no contexto familiar, seja na sociedade, no contexto social, seja na escola, no contexto escolar, a educação é sempre bem-vinda.

Segundo o dicionário Michaelis, educação significa:

“e·du·ca·ção

sf

1 Ato ou processo de educar(-se).

2 Processo que visa ao desenvolvimento físico, intelectual e moral do ser humano, através da aplicação de métodos próprios, com o intuito de assegurar-lhe a integração social e a formação da cidadania.

3 Conjunto de métodos próprios a fim de assegurar a instrução e a formação do indivíduo; ensino.

4 Conhecimento, aptidão e desenvolvimento em consequência desse processo; formação, preparo.

5 Nível ou tipo específico de ensino.

6 Desenvolvimento sistemático de uma faculdade, um sentido ou um órgão.

7 Conhecimento e prática de boas maneiras no convívio social; civilidade, polidez.

8 Adestramento de animais.

9 Prática de cultivar e aclimatar plantas.”

É possível perceber aí a imensidão do que nosso tema irá tratar. Em todos os contextos da vida, nos cabe agir com educação (no sentido do conhecimento e prática de boas maneiras), atuar na educação (processo que visa o desenvolvimento físico, intelectual e moral do humano), a fim de garantir a educação (conjunto de métodos próprios a fim de assegurar a instrução e a formação do indivíduo; ensino), levando o sujeito a educação (ato ou processo de educar-se) fazendo assim, que com educação em todo o sentido da palavra, esse ser encontre seu caminho, aquele caminho que seus dons se encontram com as necessidades de uma sociedade, e que ambos, ser e sociedade possam evoluir e crescer. Sem EDUCAÇÃO não há caminho.

Perceberam quantas coisas irei tratar aqui? Quantas portas serão abertas no caminho de uma única palavra: E D U C A Ç Ã O!

Educar não é papel somente dos pais, nem somente da escola, nem somente da sociedade, nem mesmo somente do sujeito em questão. Educar é um processo contínuo de evolução rumo ao entendimento, a paz, a harmonia, a felicidade e enfim ao amor. Educar é muito mais do que se possa imaginar. É uma responsabilidade muito maior do que algum ser humano possa prever ou calcular. Se trata de viver, de ser, de estar, de observar, de crescer, de estruturar, de semear e de ver crescer. É um tema bastante amplo, e espero conseguir dividir com vocês um pouco do que vivo, sou e observo com olhos cuja atenção me chama para aquele lugar onde se cruzam os meus dons e a minha missão nesta etapa da vida.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo