• Gabriela Mund

O poder da palavra e a relação com a magia

“Através da palavra você expressa seu poder criativo. É por meio dela que você manifesta tudo. Independente de qual seja a língua que você fala, sua intenção se manifesta por intermédio da palavra. O que você sonha, sente e realmente é serão manifestados mediante a palavra.” (RUIZ, pag. 27)


Assim consideravam os toltecas. Civilização que povoou parte desse planeta muito antes deste tempo de agora. O poder da palavra é magnífico e segundo a filosofia desse povo, ela, a palavra é a própria magia. E somos nós os responsáveis por tudo aquilo que fazemos com nosso poder mágico.

Se estamos em harmonia conosco e com o Universo, com emoções controladas e expandindo amor e paz, a magia que se manifesta através de nossas palavras é considerada “magia branca”. Entretanto, se estamos em desequilíbrio conosco e com o Universo, e liberamos o nossas emoções através da palavra, nesse momento estamos fazendo o que Eles chamam de “magia negra”.

Aqueles que ferimos com nossas palavras não são apenas os outros, aqueles que nos ouvem. Mas acabamos por ferir a nós mesmos de uma forma que nem imaginamos. Quando ofendemos alguém ou proferimos palavras de baixa vibração, essa pessoa que ouviu reage a essas palavras, também de forma negativa, com raiva, tristeza, decepção e então produz uma energia que volta a nós mesmos. E essa reação se junta a nosso campo energético, aumentando ainda mais o estado de desequilíbrio em que nos encontramos. Depois disso, de falar, muitas vezes vem a culpa pelas palavras usadas mas aí não dá mais para voltar atrás. Toda energia gerada agora já está misturada ao coletivo, e agora, só nos resta achar uma maneira de nos perdoar e nos limpar de tudo isso.

Podemos perceber então o poder de nossas palavras e a necessidade de silencio quando não nos encontramos equilibrados. As palavras que saem de nossa boca, precisam ser verdadeiras e honestas, não da forma que os outros imaginam e desejam, mas tem que ser sinceras com o que estamos sentindo. Elas precisam refletir o que nosso coração sente, e mesmo que seja um desabafo, precisa ser feito com amor. Precisa do uso de palavras que não produzam mal ao outro, para não produzir mal a nós mesmos.

“Orai e vigiai” é uma instrução antiga. Palavras, pensamentos, ações... tudo precisa estar em sintonia com o Universo para que a energia flua de forma harmônica e leve, para que a prosperidade chegue, para que a vida melhore.

E jamais se esqueça: se não conseguiu ser cuidadoso com a palavra pela manhã, reinicie a tarde. Se não conseguiu, tente a noite... Mas não pare de começar. Você pode cair, pode não conseguir, mas precisa tentar. Só por hoje... cair e levantar, sempre... sem se cobrar, sem se culpar. Somos o resultado de uma imensa quantidade de crenças limitantes. Elas começarão a se quebrar assim que houver um objetivo, um foco e um propósito!

Gabriela Mund


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo