top of page
  • Gabriela Mund

Se me perguntassem...

Se me perguntassem, a resposta seria: Ser Criança!

Se fizessem uma pesquisa nas ruas, perguntando aos adultos, o que você gostaria de ser? E se essa entrevista chegasse até mim, eu responderia: Eu gostaria de voltar a ser criança. E não precisaria de um corpo pequeno. Eu gostaria apenas da leveza... da alegria... dos sonhos... da vontade de crescer... da imaginação... Aquilo tudo que aos poucos, fui deixando pelo caminho... meus sonhos, minhas cores preferidas, minha alegria, minha vontade de crescer...

Afinal, eu cresci, e crescer significou ter que ser cinza, ou no máximo, preto e branco. Eu queria ser tanta coisa, onde eu fui parar? Onde foram parar os meus sonhos? As minhas ideias? Meus planos? As minhas asas que me levavam para tantos lugares quando eu fechava os meus olhos? A minha esperança em ser alguém? Crescer aos meus olhos significou abrir mão dos sonhos e ter que ser produtivo e pagar contas e isso tem um nome no dicionário do adulto: sucesso. Se você ama alguma coisa que por acaso não seja “rentável” e “financeiramente viável”, você desiste para ser alguma outra coisa, que traz dinheiro mas não traz alegria, ou melhor, acaba por matar diariamente ainda mais seus sonhos, sua esperança, seu prazer de viver...

Então eu digo, que aos 40 anos eu gostaria de voltar a ser criança... por que ser criança tem um significado muito maior do que imaginam... E é esse o meu trabalho hoje. Brincar com o relógio do Tempo e quando ele está um pouco distraído, corro lá trás e busco um pedacinho de mim. Assim vou me remontando, e vou renascendo a cada dia. Cada dia um pouquinho, cada dia um pedacinho... E um dia, hei de poder dizer que voltei a ser quem eu vim ser, sem os limites e as tosas que me fiz em busca do “sucesso”... Hei de voltar a voar de olhos fechados e percorrer o mundo inteiro, hei de conseguir voltar a sonhar sem duvidar, hei de reconstruir minha vontade de crescer, e entender, o que crescer e sucesso realmente significam.

Gabriela Mund


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page