• Gabriela Mund

Um segredinho de um passarinho

Um passarinho me contou hoje... Ele falou baixinho como quem conta um segredinho...

Eu quero voar... Eu preciso voar... É tudo o que eu mais quero... Voar Alto, Ser Livre, Voar por Novos Caminhos...

Conversei com ele, e pedi que ele olhasse para o seu reflexo numa poça d’agua e conversasse com ele mesmo. Todos ao redor aguardavam aquele momento, a Vontade de Voar, Voar Alto e de ser enfim, Livre!

Essa era a Vontade do Espírito! Se libertar de tudo aquilo que amarra no chão o que precisa voar. Deixar de lado o medo, a culpa, as inseguranças, os fracassos vividos, as crenças cultivadas durante muito tempo.

Ser livre no mundo, no mesmo mundo, mas ser livre. Esvaziar a mala de tudo que não é leve e carregar apenas o que eleva e não pesa.

Era como um grito, no sussurro de um segredo ao pé do ouvido... encerrar o que não traz mais alegrias, o que não contenta, o que não preenche mais. Aquilo que um dia foi tudo, e hoje não é mais...

A Vontade de dar espaço para que novos ares possam ser sentidos e aceitos. Um novo mundo, no mesmo mundo. Apenas uma decisão individual de aceitar que pode! Aceitar que vai dar certo! Aceitar que tudo tem o seu lugar, e perceber, que talvez, esteja fora dele.

Faça como o passarinho que precisa voar! Aceite as asas, limpe-as, chacoalhe as penas, acerte o prumo, defina uma meta e se jogue! Se tiver medo, feche os olhos. Se não souber pra onde ir, confie nos ventos. Se parecer difícil demais, CREIA! Você pode!!! Basta aceitar as asas, fechar os olhos, e deixar ser levado pelo vento.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo